Blog da Morango

Arquivo : março 2012

“BBB”: Quando o final é apenas um novo começo
Comentários 34

Morango

 
A grande final: 43 milhões de votos; destes, 92% decretaram a vitória de Fael
 
Chegamos ao final desta tumultuada edição do “Big Brother Brasil”. Edição que foi marcante tanto pelos fatos que aconteceram ou repercutiram do lado de fora, quanto do lado de dentro da casa. Dois escolhidos desistiram de participar quando ainda estavam confinados no hotel: o mineiro Netinho e a carioca Fernanda Girão;
 
 
Ronaldo entrou no lugar de Netinho. Fabiana, no de Fernanda Girão. Será que o destino da casa teria sido o mesmo?
 
dois vídeos eróticos caíram na rede: o de Yuri e o Jonas “ousando” na webcam;
 
 
Jonas era muito mais safadinho fora da casa
 
a expulsão – depois a tentativa de retorno – de Daniel; o envolvimento entre ex-namorados dos “BBB´s”, como Felipe Soldati e Camila Pastorini, que antes namoravam Renata e Rafa;
 
 
Felipe e Camila: provocação?
 
a participação de Laisa no “Gran Hermano”, na Espanha; a chegada arrebatadora da espanhola Noemí no reality tupiniquim – e sua volta ao “Gran Hermano” sem demonstrar saudades de Fael…
 

Noemí, que vivia um affair com Alessandro, voltou rápido para os braços do hermano
 
E na casa do “BBB12” não faltaram histórias. Paixão, romance, traição, amizade, conflito, discussão, sexo, humor… Alguns participantes nos levaram às gargalhadas; outros nos fizeram cair no choro. Eles cativaram o nosso interesse, nossa curiosidade, nossa empatia. Vão deixar saudades e também vão sentir saudades dessa experiência única. Ao cruzar a porta de saída não somos mais os mesmos. Palavra de ex-participante. Uma das maiores dificuldades que tive foi compreender que aqueles dias mágicos, aqueles momentos inesquecíveis, não voltariam nunca mais.
  
 
Estas é uma das melhores lembranças que ficam
 
Quando participei do “BBB” fiz grandes amigos. Tenho por alguns deles um apreço inestimável e gostaria que estivessem por perto até a nossa velhice, mas o contato que temos aqui fora não se compara à proximidade que tínhamos na época em que convivíamos juntos… Pensar nisso dá uma saudade doída demais. É como a saudade que tenho dos meus amigos de infância, dos meus colegas de escola, dos tempos de faculdade…
 
Agora vou sentir saudades da rotina aqui no blog; da sua companhia; do apredizado com os pontos de vista diferentes expressos nos comentários… Saudades e gratidão, claro! Agradeço ao Uol pelo convite e pela oportunide de trabalho livre, sem restrições; a você, pela presença; e a um amigo muito talentoso que fez arte comigo aqui, com charges divertidíssimas, @AbelMarcelino! Aos brothers do “BBB12” eu desejo muito sucesso nesta nova fase! 
 
E pra quem sonha em participar do “Big Brother Brasil”, fica a dica: as inscrições para a 13° edição começam amanhã! Boa sorte! ;D
  
Até a próxima!
Um beijo carinhoso,
Morango.

HUMOR: Final do “BBB12”
Comentários 22

Morango

O resultado de hoje à noite não deve trazer nenhuma surpresa; mas se sobra previsibilidade, a gente pelo menos se diverte! ;D Charge do impecável @AbelMarcelino


Alô, Santa Clara!
Comentários 132

Morango

Nossa Senhora da Boa Prova do Líder, aclamada por Bial tantas vezes, parece não estar assistindo o “Big Brother Brasil”. Nem assistindo “o” programa, com bênçãos, nem assistindo “ao” reality, como telespectadora. Também, depois de tantos problemas mal resolvidos e mal explicados, é mesmo difícil acreditar na idoneidade da atração.

Tudo começou com a expulsão de Daniel Echaniz no 6° dia do “BBB12”. A direção alegou que o participante teve um comportamento inadequado, merecendo a eliminação. Dentro da casa, Monique deu uma versão num dia, o domingo seguinte à fatídica festa em que o suposto estupro ocorrera, e na segunda-feira já havia mudado seu discurso. De: “Não lembro de nada, estava dormindo, e se ele fez alguma coisa enquanto eu dormia, foi mau-caráter…” Para: “Eu quis sim, até mais que ele.” Depois disso Daniel passou meses hospedado em um hotel no Rio de Janeiro sem falar com a imprensa e só reapareceu agora, em programas da emissora, após a Justiça arquivar o caso.

 

Daniel e Monique: protagonistas de uma história cheia de pontos de interrogação

Na quarta semana de programa, mais uma polêmica, desta vez mais leve: Laisa parece ter infringido uma prova de liderança, se antecipando à ordem de Bial, e obtendo certa vantagem com isso. Apesar das reclamações dos telespectadores, Boninho não voltou atrás e manteve a gaúcha como vencedora.

 

A “adiantadinha” de Laisa foi perdoada pelo Big Boss

Quinta semana do “BBB12”: Yuri tinha conquistado a liderança numa prova de cartas similar ao “Super Trunfo”, mas um dos dados de sua carta estava errado (falha da produção). O goiano perdeu a liderança, mas manteve a moto conquistada. O programa, depois de refazer a final entre Fabiana e Fael, presenteou ambos com uma moto para cada.

 

Esta felicidade de Yuri durou pouco: 24 horas

E ontem, na última prova da liderança, que valia também uma vaga na grande final, mais um resultado foi contestado pelos telespectadores, principalmente nas redes sociais. Num teste sobre acontecimentos do “BBB12”, Fabiana parece ter sido beneficiada. Fael, Jonas e a paulista, estavam divididos em bancadas e tinham que apertar um botão para responder as perguntas do apresentador. A bancada em que a loira estava parecia ser mais sensível ao toque, acendendo mesmo sem que Fabi apertasse corretamente o botão; além disso a garota-propaganda teve tempo extra para responder a uma das questões. (Perdeu o lance polêmico de ontem? Veja no Youtube: http://www.youtube.com/watch?v=-bXGLWOqVrI&feature=youtu.be

 

Fabi comemorando a vitória na última prova de liderança do “BBB12”

Jonas e Fael disputam o paredão que será decidido hoje. Aliás, decisão que será oficializada, né?! Porque o favoritismo inabalável de Fael não é nenhuma surpresa.

Ano que vem, na 13° edição, sugiro que aposentem a Nossa Senhora da Boa Prova do Líder – que já provou estar caquética -, e em seu lugar evoquem Santa Clara, a padroeira da televisão, ou Nossa Senhora Desatadora dos Nós; por um programa com menos imbróglios e mais transparência.


“BBB”: Quando a edição se rende à vontade do público
Comentários 147

Morango

Você se lembra do começo do “BBB12”? Bial escancarando suas preferências na casa, declarando abertamente sua adoração por Monique e Renatcheeenha, levantando a bola do “Super Yuri”, e ignorando quase que completamente os habitantes da Praia? Eu lembro. Sempre considerei essas interferências inadequadas porque interferem muito no jogo dentro da casa, e de certa forma também influenciam a opinião dos telespectadores.

Quem está confinado interpreta as manifestações afetuosas do apresentador como se representassem a opinião do público em geral – o que nem sempre é verdade. Bial confunde, instiga, incita ciúmes, provoca. Desta vez seus queridinhos pereceram rapidamente, confiantes em si e nas palavras do jornalista. Alguns habitantes da Selva poderiam ter tido vida mais longa no programa caso não tivessem recebido atenção especial? Talvez. Um ego inflado pode fazer com que nos sintamos acima do bem e do mal, que falemos demais, que demonstremos confiança em excesso, e estas são as maiores armadilhas do “BBB”.

O reality nada mais é do que um programa de entretenimento, e a auréola ou o tridente de cada um dos participantes pode ser feita e desfeita em alguns instantes com um pitaco de Bial, uma edição tendenciosa, uma charge de Maurício Ricardo… O curioso é que a poucos dias da final, o produto exibido na televisão começou a ter sintonia com o que a grande massa espera. O resultado disso é a monotonia estéril que vemos.

 

Praia vive fortes emoçõeszzZZzzzzzzZZZ

Kelly foi eliminada com 57% dos 20 milhões de votos totais. Este é número muito pequeno de participações, decrescente. No paredão de João Carvalho foram 32 milhões; no de Monique, 24 milhões; e no de Yuri, 36 milhões. Isso reflete a falta de interesse dos telespectadores de participar de uma decisão que já está óbvia. É um jeito de dizer: “Deixem a Fabiana sair de uma vez, afinal ela já conquistou quase R$ 200.000,00 em prêmios; o Jonas é muito bonito, vai trabalhar bastante e ganhar muito dinheiro aqui fora; deem o R$ 1,5 milhão pro Fael e acabem logo com isso.”


A derrocada de Fabi
Comentários 71

Morango

Se você ganhasse dois carros novinhos, ficaria feliz? E se além dos automóveis, ficasse também com uma das vagas para a última prova de um programa cujo prêmio máximo é de R$ 1,5 milhão de reais? Radiante? Pois Fabiana não está. Depois de conquistar os possantes e a liderança pela segunda vez consecutiva nessa reta final do “BBB12”, a paulista fechou o cenho e tem deixado o tempo cinza dentro da casa.

Em seu tuíter, Boninho comentou que a loira é a melhor jogadora de todos os tempos do “Big Brother Brasil”, mas o que parece elogio na verdade é uma alfinetada. No microblog, o diretor do reality retuitou algumas opiniões bem grosseiras sobre a garota-propaganda.

No microblog, @boninho incentiva campanha contra Fabi

Fabiana já brigou com Kelly, discutiu com Fael e indicou Jonas ao paredão. O caubói, que sempre demonstrou um carinho muito grande pela loira, é que está segurando as pontas.

 

Fael encarnou um maquiador para tentar animar a amiga

Jonas escolheu Kelly para enfrentar no paredão e parece ter acertado na decisão.

Apesar de colocar Kelly na berlinda, a relação entre os dois permanece boa e a morena até aparou as madeixas do loiro na tarde deste sábado, 24

De acordo com os internautas do Uol, é a morena que será eliminada amanhã.

 

Mais de 277 mil opiniões foram computadas e a aposta é que a mineira deixe o programa com mais de 60% dos votos

Com a saída de Kelly, a tendência é Fabiana se sentir mais sozinha e se isolar de vez. Assim, só chegará à final caso vença a última prova de liderança do reality, porque se disputar um paredão com Jonas ou Fael, não sobreviverá à berlinda.


Sorria, você está no “Big Brother”!
Comentários 59

Morango

Às vezes não nos damos conta de que vivemos um “Big Brother”. Temos a necessidade humana de fazer amizades mesmo em ambientes competitivos como salas de aula e locais de trabalho. Passamos boa parte do tempo rodeados por câmeras (em elevadores, shoppings, supermercados, farmácias, até a que está acoplada ao nosso computar), e também deixamos nossos rastros virtuais em emails, mensagens de texto por telefone, ligações que podem estar sendo gravadas; além, claro, da exposição voluntária que fazemos da nossa vida pessoal nos sites de relacionamento como Twitter e Facebook. Lutamos por um prêmio, seja em dinheiro, prazer ou realização pessoal.

E moderamos nossas atitudes e nosso vocabulário de acordo com os interlocutores: usamos uma linguagem com nossos pais, outra com nosso chefe, e confidenciamos algumas particularidades apenas para nossos melhores amigos. Ainda assim nos deparamos com algumas confusões que acontecem justamente quando uma conversa é cruzada, confrontada, chega a um destinatário errado.

Na “vida real” resolver um quiprocó pode ser complicado, desgastante… mas acontece com um número limitado e geralmente pequeno de envolvidos. No “BBB”, a rusga pode ser entre duas pessoas, apenas, mas da forma como é exibida, com omissão de trechos e adição de efeitos especiais, ganha proporções gigantescas e repercute aqui fora na mídia, na opinião pública… e o destino de quem está envolvido lá, pelo menos naquele momento, fica em nossas mãos: a eliminação ou a redenção.

Somos “espiados” por muita gente: porteiros, seguranças, familiares, vizinhos… passamos por diversos paredões tácitos em que, mesmo sem saber, disputamos uma posição com alguém e somos constantemente julgados. Há quem viva – ou deixe de viver – em função da opinião alheia, há quem aproveite cada segundo dessa oportunidade única chamada vida, cujo término é imprevisível.


Estou fora da caixinha
Comentários Comente

Morango

Estou fora da caixinha. Doida. Burra. Acompanhei com afinco o “BBB12” antes mesmo do programa começar, com o anúncio dos participantes; passei várias madrugadas acordada, atenta aos mínimos detalhes do que acontecia dentro da casa; entretanto agora, a oito dias da final, descubro que quanto mais aprendo sobre o reality, menos compreendo as decisões do público.

 

João Carvalho, o 11° eliminado

No discurso de eliminação de ontem, Bial falou sobre retidão e constância, características fortes de Fael, versus a sinuosidade no jeito de ser de João Carvalho. Já vi em diversas edições do “BBB” participantes mudarem de comportamento; ora de vilões para mocinhos, ora o contrário… E na vida somos assim às vezes. Quem nunca acordou de mau-humor? Quem nunca disse algo e foi mal intrpretado? E quem é que nunca errou? Para haver uma mudança, basta haver uma vontade.

João, sempre muito comunicativo, falou demais na casa. Chegou a levar informações de um grupo ao outro e ficou sem credibilidade com ambos. Num gesto de hombridade, reconheceu o erro, pediu desculpas e começou a agir com mais comprometimento com a equipe que escolhera. Assim o mineiro conquistou meu respeito e meu carinho. Depois disso, nos quatro paredões que enfrentou com integrantes da Selva, o mineiro saiu vitorioso, e acreditei que, assim como a minha, ele havia conquistado a admiração dos demais telespectadores e seria um dos favoritos ao grande prêmio. Engano o meu. João Carvalho saiu com 86% dos votos.

Os remanescenteszzzzZZZZZzzzzzzzz

Restam quatro brothers na casa: Kelly, cujo maior feito em toda esta edição foi conversar em espanhol fluente com a intercambista Noemí (que aliás voltou hoje para a Espanha onde participa do Gran Hermano); Fabiana; Jonas e Fael. Emocionante! Só que não. (Mas esta é apenas a opinião de quem tem um parafuso solto, né?! Afinal deve haver divertimento ou graça na pasmaceira, eu só não descobri ainda.)


João x Fael: um paredão de favoritos
Comentários 164

Morango

Numa prova surpresa sobre notícias aqui de fora valendo a liderança, Fabi levou a melhor. Depois de uma sapituca, a loira emparedou João Carvalho. João e Kelly votaram em Fael. Fael e Jonas indicaram Kelly ao paredão. Fabi, depois de mais uma sapituca e de perguntar a Bial se poderia ir no lugar de um deles (Oi???), escolheu Fael para o enfrentamento com João Carvalho.

Duas atitudes de Fabiana foram controversas:

1°) Ela sabia que se vencesse a prova, precisaria indicar alguém e tinha apenas quatro opções: João, Kelly, Jonas e Fael… Dentro da casa TODOS têm uma escala de afinidade, isso é normal. O tempo que a loira demorou para emparedar João – e lhe rendeu até uma chamada de atenção de Bial por isso -, foi um drama desnecessário já que era óbvio que ela indicaria João, o “avulso” da casa.

2°) Há exatamente uma semana, o apresentador, como costumeiramente faz às segundas-feiras, na brincadeirinha da discórdia, perguntou quem cada um gostaria de ter ao seu lado na final do “BBB”. Fabiana respondeu Fael. E emparedou o veterinário hoje, salvando Kelly da berlinda mais uma vez.

Há semanas venho falando sobre o favoritismo do sul-matogrossense ao grande prêmio, mas João Carvalho têm crescido absurdamente no jogo. Esta é uma final antecipada do “BBB”, acredito que amanhã o mineiro deixará o programa com 60% dos votos.

Depois das indicações ao paredão dessa segunda-feira, brothers têm sessão de cinema na sala. E o clima não é dos melhores…


Monique sai e a previsibilidade reina no “BBB12”
Comentários 77

Morango

Nesse domingo, Monique foi eliminada com 52% dos votos. Isso num dia em que ela foi a protagonista da edição, mais até do que o novo casal da casa, Noemí e Fael. Aliás, a catarinense sempre atraiu para si todos os holofotes do “BBB”.  No começo, com a infeliz polêmica na qual se envolveu sem ter culpa, o fatídico caso do suposto estupro. Depois, com carisma e luz própria, conquistou um a um todos os participantes, que nunca votaram nela para o paredão – até a última sexta-feira, 16.

 

Monique: mais transparente e espontânea, impossível

“Monicão”, como era chamada por Bial, chorava quando tinha vontade, reclamava das roupas, do corpo, da maquiagem borrada… Mas conseguia ser engraçada até nesses momentos teoricamente chatos. E nas festas? Dançava, bebia, levava tombos absurdos e criava expressões divertidíssimas como “J.O.N.A.S = nothing”. Na última discussão com o loiro, aliás, reclamou que ele se preocupava demais com a aparência e com o que pensariam dele. Concordo com ela, tenho a mesma impressão sobre o moço.

A quantidade de votos desta eliminação não foi muito comentada, o que significa que não foi expressiva. Foram 24 milhões. (No paredão anterior, de Yuri x João Carvalho, foram 36 milhões.) Ao recepcionar Monique, Bial disse que ela estava vencendo a disputa com João Carvalho, mas que a votação “virou” de ontem pra hoje. A discussão com Jonas durante a madrugada pode ter influenciado? Talvez. Mas na minha opinião, João Carvalho já foi escolhido pelo público para ser um dos finalistas do programa. Isso ficou claro na disputa com Yuri. Por ter o perfil mais diferente dos remanescentes do “BBB12”, ser carinhoso, solidário e companheiro de todos, o mineiro cativou os telespectadores.

E aos fãs da Praia, que insistem na utopia de algo que nunca foi uma unidade de verdade (há o grupo dos meninos, hoje Fael e Jonas; o das meninas, Fabi e Kelly; e João Carvalho à parte), minhas condolências. A Selva acabou. A graça do programa também. Tentem não morrer de tédio até o dia 29 de março.


La Niña e as alterações “climáticas” do “BBB”
Comentários 70

Morango

Noemí chegou com tudo no “BBB”. Já trocou de roupa sem pudor, fez revelações sobre Laisa, elogiou Fael (flertando com o rapaz) e está monopolizando as atenções dentro e fora da casa.

No site oficial do programa, Noemí dominou as manchetes

Há uma semana, de brincadeira, sugeri que Boninho confinasse logo os dois ursinhos que sempre aparecem nas festas, mas confesso que a morena é bem mais interessante. ;P

 

Ao aterrissar no reality brasileiro ontem, Noemí atraiu toda a atenção dos brothers

A chegada da espanhola trouxe vida ao “BBB”, e de uma forma ou de outra, mexeu com os participantes despertando sorrisos curiosos, espantamento, ciúmes… A parte ruim de sua estada é que é curta e durará apenas sete dias. Muito antes disso, mais precisamente amanhã, Monique ou João Carvalho vão deixar a casa. Infelizmente. A dupla mais divertida do momento do “Big Brother Brasil” foi emparedada ontem. O mineiro, indicado pelo líder Jonas; a catarinense, pelos votos de Fabiana, Kelly e Fael.

 

“Monicão” e “João e o Pé de Feijão”, apelidos carinhoso dos emparedados

Na enquete do Uol, mais de 300 mil opiniões já foram computadas, e para os internautas quem sai é João Carvalho; entretanto a diferença entre os dois é muito pequena, de apenas 10%, e tudo pode mudar até amanhã à noite.

O fato é que independentemente do resultado final, o programa vai eliminar muito mais do que um participante divertido, porque sem o outro, quem sobreviver à berlinda vai perder boa parte da graça. Monique está muito mais ligada à João Carvalho do que à Jonas, seu ficante. E João tem a consciência de que é o preterido da Praia, ou seja, se ficar e não ganhar a liderança, será emparedado novamente. A previsão dos próximos dias é de  ar pesado e clima tenso no “BBB”.