Blog da Morango

Arquivo : fevereiro 2013

Antes só que mal acompanhado? No BBB, não.
Comentários 284

Morango

O apelo por um par romântico, uma história de príncipe e princesa e um final feliz estão muito claros nesta edição do Big Brother Brasil. Mas não adianta ser explosivo como o casal Natália e Yuri; nem fugaz como Kamiéser. Quem entendeu brilhantemente a ideia foi a astuta advogada Fernanda e seu “prínsapo” André. Ela o chama de príncipe, eu o chamo de prínsapo porque não entendo que espécie de príncipe (ou de sapo) é capaz de dormir de conchinha, tomar banho junto, ter ciúmes, mas se nega a ter algo além disso. O que sei é que o BBB é um jogo de suspense. Brilhantes como Sherazade, a heroína da de Mil e Uma noites, os dois têm cativado a curiosidade do público dia após dia. Bial deu a dica: “Está bonito de se ver”, e os dois parecem ter entendido bem o recado. Quando tudo caminha para um desfecho de tirar o fôlego, os dois param no auge, deixando o que poderia ser a melhor parte para o dia seguinte – que está vindo no dorso de uma mula de apenas duas patas, dada sua demora.

Depois de vários dias dividindo a mesma cama e o mesmo banheiro apenas como bons amigos…

Fernanda e André trocaram beijos e declarações durante a festa Flores, na madrugada desta quinta-feira (28). Será que agora é pra valer?

Andressa já entendeu o jogo. Na noite dessa quarta (27) Fani, que tinha o poder do veto, escolheu Nasser, Marcello, Andressa e Fernanda para não disputarem a prova de liderança. O brother que vencesse uma prova teria o direito de resgatar outro para juntos voltarem à disputa do que vale a coroa de líder. Marcello venceu e resgatou Andressa. Instantes depois foi constatada uma irregularidade e a vitória na prova foi concedida a Andressa, que resgatou Nasser, seu namorado. Marcello está mesmo sozinho na casa. Nem mesmo Kamilla, que sempre foi sua protegida, está do seu lado, e numa conversa recente com André disse que Marcello se queima com algumas atitudes, ao invés de tentar defender o amigo do rival capixaba.

As posições que os brothers ocupam no sofá da sala dizem muito sobre o posicionamento de cada um no programa

Na competição milionária, quem não tem um par, se vira como pode, como o trio Anamara, Fani e Natália. Mesmo entre tapas e beijos, as belas se protegem. Marcello, que está vetado da prova de liderança, é um alvo certo ao paredão. Kamilla, que tenta se fazer onipresente na casa, circulando por todos os grupinhos, não deve conseguir se manter longe da berlinda por muito tempo, mas ainda há muitas páginas a serem escritas no “BBB13”. Além da prova de liderança desta quinta-feira (28), da prova do anjo e do big fone na sexta (29), o diretor da atração, prometeu uma surpresa…

Boninho falou sobre a novidade em seu Twitter


Aprendendo com os erros
Comentários 108

Morango

Na noite dessa terça (26), Eliéser foi o sétimo eliminado do “BBB13”, com 46% dos votos do público. Nasser recebeu 41%, e Marcello, 13%.

Ao ser eliminado, Eliéser disse a Bial que vai esperar Kamilla, mas que está torcendo mesmo é por André

Na décima edição do reality também cometi erros, como Eli. Também dividi a casa com Anamara – que hoje é uma das favoritas a campeã. E eu poderia continuar escrevendo aqui uma extensa lista de semelhanças com Eliéser, que é uma pessoa de quem gosto bastante. Apesar disso, no texto anterior, em que expliquei os principais motivos pelos quais o paranaense seria eliminado, recebi dezenas de críticas pessoais, especialmente em meu Twitter. Aos esbravejadores, quero dizer que independentemente da admiração por um participante, não posso ignorar atitudes que são determinantes para a permanência ou eliminação no jogo, e isso, aliás, é parte fundamental do meu trabalho como blogueira aqui no Uol. Em segundo lugar, lidar com críticas positivas e construtivas ou gratuitas e ferinas é parte das consequências da escolha que fiz há anos, quando me inscrevi no programa.

Em todas as declarações que acompanhei nesses treze anos de Big Brother Brasil, sempre assisti ex-competidores dizendo ter saído mais maduros, contando que a experiência fez com que crescessem, se conhecessem mais, aprendessem sobre seus limites e se superassem física ou psicologicamente. E não é apenas clichê, acontece mesmo. O que aprendi em um mês e meio na casa, não havia aprendido há anos, e a bagagem com que saí de lá me acompanha até hoje, e me sinto grata por poder dividir com cada leitor. O que há em comum entre a competição por R$ 1,5 milhão e a nossa vida cotidiana? Na minha opinião, tudo. Diariamente somos avaliados em nosso trabalho, temos nossa fidelidade testada em relacionamentos interpessoais e podemos escolher entre caminhos éticos ou não para alcançarmos nossos objetivos. A única diferença é que no programa há uma meta clara, o prêmio, e um prazo determinado e razoavelmente curto, três meses. Na vida, além de nossas principais metas demandarem mais tempo para serem atingidas, temos muito mais opções; há quem dedique mais esforços para estar mais perto da família, que para ganhar muito dinheiro, por exemplo… Complexidades à parte, listei as minhas principais ponderações pós BBB.

Escolher amigos ou aliados? Depende de como você encara a vida. Tudo é uma competição? Tudo pode ser divertido? Apesar de ser divertida, a vida é uma eterna competição?

A primeira impressão é a que fica. Num encontro informal ou numa entrevista de emprego, dificilmente há uma segunda chance para passar uma boa impressão. O conceito de bom e mau pode até mudar de pessoa para pessoa, mas um estigma dura por muito tempo.

Charge exibida no “BBB13” nessa terça (26): Eliéser estigmatizado como o banana briguento, exatamente como em sua primeira passagem pelo programa

Em quem confiar? Um trecho de uma música do Legião Urbana diz: “Se você quiser alguém em quem confiar, confie em si mesmo”; mas às vezes é muito difícil não compartilhar algo muito bom, ou uma coisa triste ou comprometedora sobre nós mesmos com alguém, entretanto nunca há garantias de que essa informação não vai “vazar”, ou mesmo ser usada contra nós algum tempo depois…

– Selecionando palavras. Sabe quando você diz uma coisa e seu interlocutor entende outra completamente diferente e isso causa um quiprocó infernal? Pois é. Quando temos a consciência de estarmos sendo gravados 24 horas por dia, temos um pouco mais de cuidado ao usar as palavras. Mas na vida estamos sendo “gravados” o tempo todo, senão por câmeras, por ouvidos atentos, só que raramente paramos para refletir sobre isso.

– Anjo ou demônio? Aquele negócio de ser “uma metamorfose ambulante” pode ser incrível numa música do Raul, mas oscilações bruscas de humor têm nome: TPM, bipolaridade, e por aí vai… É claro que temos o direito de mudar de opinião e de comportamento, porém quando isso acontece de forma abrupta, do dia para a noite, confunde as pessoas que estão ao redor. Num reality show ou no cotidiano, precisamos de tempo para nos adaptar às mudanças. No jogo vital de cativar e cultivar boas relações, constância é sinônimo de confiabilidade.

Naressa, o casal mais constante do “BBB13”


Eliéser x Marcello x Nasser: o que está em jogo?
Comentários 352

Morango

Coisas estranhas acontecem na casa mais crazy de todos os tempos. Uma paixão arrebatadora da noite para o dia se transforma numa amizade fofinha como a de Fernanda por André… Um romance todo trabalhado na calda de chocolate em pouquíssimo tempo azeda entre Kamilla e Eliéser… E a solidez de um improvável casal formado por uma ex-noiva e seu novo amado sem pegada impressiona: Naressa – sim, de tão ligados já são um só, pelo menos no nome. Enquanto isso, o trio ousadia e alegria: Anamara, Fani e Natália, sambam no miudinho, sem fazer questão de chamar muita atenção, deixando que o circo pegue fogo e inflame os metidos a palhaço da vez, passando incólumes pelas temidas noites de votação…

Entre sabores e dissabores, há quem esteja aprendendo a jogar, assim como há quem ache que já está com o jogo ganho. Os veteranos chegaram cheios de confiança e precisaram de umas sacodidelas para perceberem que ser experiente e ser favorito ao prêmio milionário são coisas completamente diferentes, quase antagônicas. As baixas de Dhomini e Yuri estremeceram a base dos re-BBB´s, e quem não entendeu o recado dado semanas atrás corre o risco de aprendê-lo agora, só que do lado de fora da casa. Eliéser, que está em seu terceiro paredão, de tão confiante nos resultados, esqueceu-se que entre o começo e o fim há o meio, e confundiu demais o público. Brigou com Maroca, depois se aproximou da rival; era o melhor amigo de Marien, mas bastou a loira perder a coroa de líder para que o paranaense virasse as musculosas costas a ela; e declarava-se como o namorado mais encantado do mundo para Kamilla, depois foi incapaz de perdoar os descompassos etílicos da morena e deu-lhe um passa-fora sem muitas explicações.

Kamilla desculpou-se pela bebedeira, sentou no colo do amado, pediu beijos… mas só ouviu negativas. O término foi definitivo.

Eliéser ainda peitou um brother, Nasser, dizendo que gostaria de ir para o paredão com ele – a declaração foi feita na festa da última quarta-feira (20), quando o agrônomo nem sonhava que seria emparedado pelo big fone que tocou na sexta (22). No BBB, atitudes manipuladoras e excesso de auto-confiança são implacavelmente debelados pelos telespectadores.

Mais de 900 mil internautas opinaram na enquete Uol até as 18h desta segunda-feira (25)

Se dentro do programa as armas estão apontadas para Marcello, aqui fora há escudos suficientemente fortes para protegê-lo – algo que acontece com frequência a participantes renegados pela maioria dos adversários -, pelo menos por enquanto. Se Nasser sobreviver mesmo ao seu primeiro paredão, deve manter com Andressa e Marcello um articulado grupo no “BBB13”. Mais cenas improváveis estão por vir.

Marcello e Nasser: a união faz a força?


Paixões, ciúmes e intrigas
Comentários 142

Morango

A diferença de seis mulheres para quatro homens no “BBB13” nem é tão grande assim, mas ganha bastante relevância num jogo marcado por paixões, ciúmes e intrigas. Semanas atrás, durante uma festa, Eliéser e André conversavam animados sobre a forte possibilidade de restarem cada vez menos homens e sobrarem mais mulheres no reality-harém… E parece que os anjos disseram amém ao papo dos rapazes.

Na noite de quinta-feira (21) André conquistou a liderança. Poucas horas depois, Eliéser atendeu ao big fone, que o colocou imediatamente no paredão.

Eliéser: o primeiro emparedado deste fim de semana

Nasser venceu a prova do anjo e quis que Elíéser e Natália cumprissem a penitência de ficarem acorrentados até domingo. E as surpresas não pararam por aí… Um cronômetro deixado na casa em contagem regressiva foi paralisado pela corajosa Fernanda, que com isso ganhou uma imunidade. (Se as informações passaram batidas, vale lembrar que André é o melhor amigo de Eliéser. Por causa do namoro com Kamilla, o loiro tinha se afastado de Natália, mas com a tarefa do fim de semana os dois devem se reaproximar bastante. Natália anda flertando com André, que não soube dizer para Bial se está ou não solteiro na casa, já que nunca conseguiu definir exatamente o que tem com Fernanda… um verdadeiro balaio de gato, senhoras e senhores.)

A única coisa da qual o líder disse estar bem decidido é sobre quem vai indicar ao paredão. André morre de ciúmes de Marcello com Fernanda, e até poderia indicar o rapaz, mas faltariam argumentos contundentes para justificar a atitude e esconder o real motivo, e isso faria com que todos voltassem a colocar pilha no relacionamento que nunca foi pra frente entre o capixaba e a mineira. A verdade é que André está tentado mesmo é pela gaúcha Natália, e até combinaram de se encontrarem aqui fora. Se André emparedar Nasser, sua decisão será mais plausível, já que nunca foram chegados e o gaúcho até tentou vetá-lo da última prova de liderança.

Na quarta-feira (20), Nasser vetou Eliéser, Kamilla, Fani, Fernanda e André da prova de liderança. Depois de um teste, Fani e André, readquiriram o direito de participar da prova do líder da quinta (21), vencida pelo capixaba.

De qualquer maneira, as batatinhas tanto de Nasser quanto de Marcello estão assando há tempos, e entre os dois, o que não for mandado à berlinda pelo líder, deve ir pelos votos da casa.

Marcello com Kamilla e Fernanda – as únicas da casa que não devem votar nele

Enfim, em mais um paredão triplo, três homens deverão lutar pela permanência no Big Brother Brasil: Eliéser, Nasser e Marcello. O público espera do agrônomo uma posição final sobre o relacionamento com Kamilla, já que é cedo para acreditar num rompimento definitivo, e sabe que, como alcoviteiro, o paranaense pode apimentar a paquerinha entre André e Natália. Nasser existe como um contrapeso, quase um vilão numa competição em que todos agem como melhores amigos, e ganha pontos por não ter medo de se expressar e se comprometer no jogo. Quanto a Marcello… fuuuuusshhhhh (onomatopéia para bolas de feno se movimentando lentamente), apenas.

São eliminados do Big Brother Brasil os participantes irritantemente insuportáveis ou que não fazem diferença nenhuma no programa, o que é exatamente o caso do fortão.


“BBB13”: Eles derrapam, elas dominam
Comentários 41

Morango

Qual o maior erro de um participante do BBB? Beber demais? Falar demais? Prometer hoje e descumprir amanhã? Brigar? Não, não, não e não. A maior derrapada vem com o excesso de autoconfiança. Nesse quesito, o jogador que mais se destaca é Eliéser. Depois de passar por dois paredões, o loiro está achando que está com a bola toda aqui fora. Ledo engano. Nas duas vezes se safou com uma diferença menor que 10% do eliminado. Está apostando em sua torcida, nos fãs, que não estão tão participativos assim.

Nasser ficou petrificado depois de ouvir de Eliéser: “Quero ir para o paredão com você!”, durante a festa da última quarta (20)

 

Kamilla Winehouse ficou bêbada & louquíssima, insinuou que o namorado tinha o pinto pequeno – o que motivou a briga do casal que dormiu junto e acordou terminado. Alô, coerênciaaaaaaaaaaaa!

Em termos de popularidade, aliás, as mulheres dominam a preferência dos telespectadores. Kamilla e Fernanda há semanas se mantém sob os holofotes mais disputados do momento, protagonizando esta edição do reality. As duas, inclusive, vivem histórias românticas conturbadas. Fernanda se apaixonou pelo “prínsapo” André, que não a quer, mas não a deixa, e faz a advogata buscar consolo nos ombros malhados do amigo Marcello.

O carioca mais fechado de todas as edições do Big Brother Brasil tem sido o ombro amigo de Kamilla e Fernanda, e está na linha de tiro de Eliéser e André, os bonitões enciumados

Já Kamilla está a um passo de ser achincalhada por Eliéser, agora seu ex-namorado. Ameaças o paranaense já fez, dizendo várias vezes que não continuaria discutindo para não prejudicar a paraense no jogo – experiente, ele sabe o que rende um bom vt… mas o histórico do agrônomo dentro e fora do BBB é o de não conseguir segurar a língua por muito tempo, sendo explosivo, praticamente um meteoro da paixão (não resisti à referência).

Na noite dessa quinta-feira (21), quem venceu a prova de liderança que exigia velocidade e agilidade dos competidores foi André.

André e seu bigodinho de português-dono-de-mercearia da sorte

O capixaba há tempos está mordido de ciúmes de Marcello, seu alvo número 1. Por ser do grupo contrário à panelinha formada por Eliéser, Kamilla, Fernanda e André, Nasser também está à perigo esta semana. A surpresa desta sexta-feira (22) é o big fone, que tocará às 6 da manhã e pode levar quem o atendeu direto para o paredão. O que pode salvar o ameaçado é um botão que será colocado junto a um cronômetro em contagem regressiva, mas qualquer brother pode apertá-lo. O marcador ficará à disposição por 20 horas. O corajoso ou corajosa que ousar apertá-lo ganha a imunidade, e se for a mesma pessoa que já está no paredão pelo big fone, salva-se e tem o poder colocar outro na berlinda.


“BBB13”: Todo mundo pensando “naquilo”
Comentários 34

Morango

Depois de 44 dias de confinamento, é difícil não pensar em sexo. Digo por experiência própria e pelo que tenho observado na casa, que aliás nunca chegou nem perto de ser um convento ou um monastério. Na tarde desta quarta-feira (20), menos de 24 horas depois da eliminação de Ivan, os brothers só pensavam “naquilo”. Os reflexos da ebulição de hormônios sexuais dos participantes acabaram estampando todas as principais manchetes do site oficial do programa.

 “BBB13” tem participantes ouriçados

Como já antecipei há semanas aqui no blog, este é o BBB dos casais. Antes os veteranos eram também o foco do reality, mas nessa altura da competição é possível afirmar que re-BBB´s e novatos já disputam em pé de igualdade. O paredão da terça (19), que bateu um recorde em número de votos, 75 milhões, é uma prova disso.

Ivan foi eliminado com 48% dos votos; Eliéser se salvou por pouco, 44%, e apenas 8% dos telespectadores quiseram tirar Kamilla da casa

Não dá pra negar que são os casais que apimentam a competição. Os momentos sob o edredom, as DR´s (discussões sobre o relacionamento), e até mesmo as brigas por ciúme é que encorpam o que seria apenas uma insossa colônia de férias televisionada, e tornam o caldo do reality saboroso. Todos querem saber mais da história embolada da participante que entrou na casa noiva e se envolveu com outro confinado formando com ele o blasé casal Naressa; do par “híbrido” formado por um veterano e uma novata que causam as maiores trapalhadas do “BBB13”, Eliéser e Kamilla; da história que tinha tudo para ser e nunca foi entre Fernanda e André; e do casal sensualmente insinuado: Fani e Natália.

O casal Kamiéser capricha nos beijos, carinhos e declarações 

 

Fani e Natália sempre se empolgam nas festas e trocam selinhos e carinhos provocantes

Nessa sopa de histórias, tendem a se sobressair as mais críveis, as que conseguem transmitir emoções verdadeiras aos telespectadores. Tudo o que soa exagerado, forçado ou falso demais causa um efeito contrário na audiência, que se sente manipulada e impulsionada a pôr pra fora os apaixonados de araque. É só uma questão de tempo.


Adiós, muchachos!
Comentários 149

Morango

A mulherada está com tudo no “BBB13”, e a comprovação disso se dá de duas formas: pelo tempo que elas ganham na exibição do programa na Globo, e nos resultados dos paredões. Em 7 semanas, apenas duas foram eliminadas: Aline e Marien; em contrapartida,  quatro homens já deixaram a casa: Aslan, Dhomini e Yuri, além do desistente Bambam. E nesta terça-feira (18), deve acontecer mais uma baixa no elenco masculino. Até a noite dessa segunda-feira (18), mais de 1 milhão de internautas opinaram na enquete Uol, cujos resultados são os mais aproximados dos resultados do reality.

A disputa está acirrada entre entre Eliéser e Ivan

Este é o segundo paredão do agrônomo, o segundo do professor de inglês e o primeiro de Kamilla. O paranaense, aliás, queria ir para o paredão com o paulista, tanto que encabeçou o complô contra o teacher. Eliéser, Kamilla, Fernanda e André votaram no professor, que consideram manipulador. Mas se Ivan fosse toooodo trabalhado na combinação de votos, teria alinhado o seu com os de seus parceiros Andressa e Nasser – que indicaram pessoas distintas – e poderia ter se safado dessa. (Ivan foi pro paredão por quatro indicações. Andressa votou em Marcello, que recebeu ao todo três votos. Nasser votou em Fani, e Ivan, em Natália. Se Ivan e Nasser tivessem acompanhado Andressa, o personal trainer é que estaria na berlinda com o casal Kamiéser.)

A diferença percentual entre Eliéser e Ivan é mínima; as mudanças motivadas pela saída de um ou de outro no Big Brother Brasil, também serão. A principal oponente de Eliéser é Anamara, que também está na mira de Kamilla; ou seja, se o bonitão sair, seu legado de confusões se manterá, garantido por sua cara-metade paraense.

Kamilla e Anamara já tiveram vários atritos no programa

Caso Ivan seja o eliminado, o casal Naressa se sentirá mais sozinho que nunca, já que há uma semana perderam a aliada Marien. A tendência é que se esforcem para participar mais de atividades conjuntas e se aproximem de outros brothers; e proximidade no BBB significa mais tempo de permanência na casa.

Naressa: isolados porque querem

O fato é que esta edição está sendo protagonizada por mulheres, e os homens têm sido meros coadjuvantes.


Os favoritos do “BBB13”
Comentários 401

Morango

Se até uma semana atrás era difícil apontar os favoritos desta edição do BBB, hoje é diferente. Os veteranos se destacam mais que os novatos, como é o caso de Anamara e Eliéser, e entre os novatos há uma divisão nítida entre preferidos e relegados de Boninho, o diretor da atração.

Entre confusões e carinhos, Anamara e Eliéser são os veteranos que mais ganham espaço no programa…

mas a atual líder confessou que o agrônomo é sua opção número 1 de voto ao paredão. Será que vai mudar de ideia até a noite de domingo (17)?

Entre os recém-chegados, no topo da lista dos queridinhos está Kamilla, a miss comilona. O jeito Magali de ser da moça não atrapalha sua silhueta esbelta, mas irrita profundamente os brothers que sempre dão pela falta de um pãozinho um pedacinho de queijo… Dona de uma boquinha nervosa, a paraense também é boa de lábia: conquistou o coração de Eliéser, cativou a advogada Fernanda, e tem reinado nos vt´s do programa.

Na manhã desse sábado (16), Kamilla foi “raptada” na despensa, passou um dia de diva num spa e só voltou à casa do “BBB13” durante a festa que rolou à noite

Em segundo lugar, dividindo e dominando a cena “bbbística” com Kamilla, está Fernanda. A mineira começou encarnando um espírito de princesa Disney, querendo protagonizar um romance com o “príncipe” André – que nem sabe o que quer; mas pouco a pouco foi revelando seu lado racional e eloquente na casa.

A amizade entre Fernanda e Kamilla transformou a loira: mais foco no jogo e menos “mimimi” por André

E em terceiro lugar, duelando entre si, estão André e Marcello. Um é o “príncipe” capixaba que galopa numa mula manca imaginária no reality, o outro parecia adormecido durante todo o primeiro mês de competição e parece ter acordado só agora. Marcello detém o poder do voto: tem que indicar alguém à berlinda ou será ele mesmo o emparedado. André deve ser imunizado por Natália, com quem formou a dupla que venceu a prova do anjo; a gaúcha ganhou um o carro, conquistou o colar de anjo e prometeu a André a imunidade.

André e Marcello não se bicam; entre os dois, o carioca é o mais desprotegido na competição

Já o trio de amores mal resolvidos entre Andressa, Nasser e Ivan não cativou e está a dois passos do par…edão.

O trio “Nassivessa”: a evolução de picolés de xuxu para vilõezinhos não demorou muito


Marcello é chamado ao jogo
Comentários 114

Morango

A trajetória do bonitão carioca no Big Brother Brasil não tem sido fácil. Depois de ficar confinado na casa de vidro, o personal e a miss Kamilla, conquistaram a preferência do público e consequentemente uma vaga no reality, deixando outros quatro candidados para trás. Pisando no programa com uma semana de atraso, os dois foram correr atrás do prejuízo.

Será que a gana de vencer de Marcello ficou presa na casa de vidro?

A estratégia de Kamilla sempre foi clara: provocar seus concorrentes. Seja com cantoria, assaltos à geladeira ou porquices como limpar a escova de cabelos com uma faca na cozinha – sim, ela fez isso.

Ibaaaagens do inacreditável! Na tela!

Já Marcello diz que sua estratégia é não ter estratégia. E a falta de um objetivo definido se refletiu em pasmaceira. O moço andava bastante apagado, opaco, sem vida pulsante lá dentro. O personal só se manteve até hoje na competição porque outros brothers destoavam mais que ele do perfil dos demais, então foram eliminados os extremos: os muito quietos e os efusivos demais. O grupo que permanece na disputa, aliás, tem uma personalidade que oscila entre divertida e moderada. No momento, Marcello e Ivan são os mais “diferentes” do restante da turma.

Mas a sorte resolveu sorrir para o menino do Rio, ou melhor, ligar pra ele. Primeiro, durante a tarde dessa sexta (15), Marcello caiu num trote telefônico; só que ao invés de: “Rá! Pegadinha do Mallaaaaandro!”, ouviu apenas “HAHAHA” num timbre bastante malévolo. Obstinado a atender o bendito – ou maldito – big fone, o carioca praticamente se plantou no jardim, e, à noite foi o primeiro a tirar o fone do gancho, recebendo o poder do voto. O que ele ouviu deve ser mantido em segredo até domingo (17), segundos antes da votação.

♪ Piririm piririm piririm alguém ligou pra mim, quem é? ♫

O big fone deu duas opções ao carioca: a primeira é indicar um participante ao paredão; a segunda é delegar esta função à líder Anamara, que então teria que escolher não um, mas dois oponentes para a berlinda. Teria. Porque caso Marcello opte por não se comprometer e resolva deixar esta responsabilidade para a baiana, ele se coloca automaticamente no paredão – porém só o público sabe disso, ele não.

Depois de atender ao big fone, o moço ficou com um semblante mais leve e foi brincar com Anamara, ou seja: a chamada já está fazendo efeito

Por ter atendido ao big fone, Marcello vai ser o foco deste fim de semana. Será discretamente bajulado por uns e escancaradamente adulado por outros. Chegou a hora de acordar para o jogo e colocar as asinhas todas trabalhadas na musculação pra fora.


A rainha Anamara e a nova reviravolta
Comentários 194

Morango

38 dias de “BBB13”. Essa foi a resposta que coroou Anamara na prova de liderança, que era um quiz. A final foi emocionante entre a baiana e o também veterano Eliéser. Nenhum dos dois sabia ao certo há quantos dias o programa havia começado, mas a ex-policial chegou mais perto, chutando 35. O paranaense apostou em 34 dias. Assumindo a liderança pela segunda vez na casa – a primeira foi concedida pelo público, que deveria escolher entre a sister e Marcello -, Anamara deve causar uma reviravolta no jogo cuja edição vinha sendo monopolizada pelos casais.

Anamara venceu a prova de liderança dessa quinta-feira (14)

Particularmente não entendo porque os casais (mesmo não sendo tão casais assim) ficam tanto tempo sob os holofotes recebendo tratamento vip nos vt´s e nas charges do programa. Os altos e baixos do triângulo AndresSerVan e o chove-não-molha de Fernanda e André já estão repetitivos, chatos, sem novidades. Andressa bêbada e descontrolada sozinha nas festas, e Fernanda centrada e bem articulada com Marcello, por exemplo, são prismas muito mais interessantes de serem assistidos. E esta minha última observação poderia ser apenas um desejo pessoal, talvez compartilhado por outros telespectadores, mas agora com o reinado de Anamara pode se tornar realidade.

Marcello, em pose de “O Pensador” nessa quinta-feira (14), deve estar se perguntando: “Por que demorei tanto para acordar para o jogo, oh, Deus?!”

Justamente pelo espaço exagerado dedicado aos “casais” do BBB Crazy, Maroca, Fani e Natália estavam meio apagadinhas. Não estou me referindo à conduta delas no reality, mas sim ao conteúdo que é exibido pela Globo. Em minha análise, também não contabilizo o canal Multishow ou pay-per-view, porque o que é exibido no canal aberto é que é determinante para a formação de conceitos nas mentes e no corações do público, que tem um papel crucial nessa competição. (O caso “Dhomini e o cachorro banguela” foi uma exceção, transmitido apenas pelo pay-per-view. Devido ao seu conteúdo, repercutiu muito nas redes sociais e reverberou em várias mídias e programas de tevê de outras emissoras, justamente na semana em que o goiano foi para o paredão, culminando com a eliminação dele.)

O fato é que o reinado de Maroca, que é uma das participantes preferidas de Bial, e tem muito carisma, deve dar uma sacudida no programa. Fani, que andava tristinha e acometida por crises de choro, já está se sentindo “vice-líder”, como ela mesma disse à Anamara poucos minutos depois da baiana conquistar a coroa. Natália não se sente ameaçada, pelo contrário, anda bastante segura por ser benquista dos dois lados, dos veteranos e dos novatos. O trio deve ter vida longa na casa, principalmente num momento em que não faltam alvos tanto para a líder, quanto para a maioria dos brothers: Kamilla, a comilona bagunceira; Marcello, o bonitão solitário; Eliéser, o jogador e Ivan, o avulso.

Kamiéser: ameaçados