Blog da Morango

Categorias

Histórico

O mito de que as lésbicas são rainhas do sexo oral (e tudo o que você queria saber sobre o assunto)

Angélica Morango

13/07/2017 04h00

Se você gosta do assunto, provavelmente já leu muitos textos que começam com “pepeca tem gosto de pepeca”, “peru tem gosto de peru”. Veja bem, não há informação mais vazia que essa – para dizer o mínimo. É basicamente o mesmo que dizer que dedo tem gosto de dedo. Ok. Gosto de dedo limpo? Sujo? Lambuzado de manteiga? Chocolate? Graxa? Como, Brasil?

Precisamos ser mais específicos. Se você é saudável, mantém a unha aparadinha e lava bem a mão, o dedo vai ter gosto de pele limpa. Com os genitais não é muito diferente, uma vez que eles fazem parte do nosso corpo como as mãos, os pés, a boca, o nariz…

Já lambeu a sua própria mão? As costas da mão? A palma da mão? O seu pulso? Tudo tem uma textura levemente distinta. E essa informação vale também para a região pélvica. Assim como as digitais são únicas, nossos sexos também são. Maiores, menores, com mais pelos ou quase lisos, eles estão aí, pra todas as preferências. E é bom deixar claro que ninguém é obrigado fazer ou receber sexo oral. Mas se tem vontade, por que não? E que tal aprender uns truques novos?

Regra número 1 e que vale ouro: higiene. Nada como o cheirinho de banho tomado e da menta na boca escovada. Mas se o clima esquentou de repente na rua, na chuva, na fazenda, lenços umedecidos salvam!

O mito das lésbicas

Vamos falar a verdade: as lésbicas não são as rainhas do sexo oral, como se prega por aí. Não é porque somos mulheres que sabemos exatamente o que cada mulher gosta! Algumas garotas homossexuais são ótimas nisso, outras só na base do “pedi pra parar, parou”. Até porque não existe um jeito infalível de se fazer. Tem mulher que gosta da língua mais embaixo, mais em cima. Há quem prefira lambidas, chupadas. Com dedo, sem dedo… E a melhor forma de saber como a sua parceira gosta é intuindo ou perguntando. Para ser sutil e ainda esquentar o clima, você pode pedir algo do tipo: “beija a minha boca como você gostaria que eu fizesse sexo oral em você”. Lábios, língua, vontade e paciência são palavras-chave aqui.

Dentes, fio terra…

Entre os homens também não há um consenso sobre o melhor jeito. Mas uma coisa é unânime aos rapazes que responderam à minha enquete informal: quem faz, tem que fazer com gana! Alguns gostam de uma “garganta profunda”, uma sucção bem feita. Outros, uma chupada forte, mas nem tanto, algo mais pra “molhar”. E que o sexo oral não se limite à cabeça do pau, mas a toda sua extensão. E sem dentes! Segundo quem tem, isso machuca e dói. E cuidado, a linha entre o cômico e o sexy fica bem tênue nessa hora.

Um amigo hétero contou que certa vez, durante o sexo oral, sua parceira tentou fazer um fio terra. Tentou estimulá-lo simultaneamente no ânus, e que foi broxante. Mas já li que há quem goste. Parafraseando Shakespeare: Entre a cama e o céu existem mais mistérios do que sonha a nossa vã filosofia.

Não banque o Waze

Vale para todo mundo: quem está recebendo o sexo oral pode ajudar quem está fazendo dando sinais de que o caminho é por aí. Pegando mais forte no pescoço, apertando o ombro, gemendo mais alto, elogiando… E quem nunca experimentou um 69 devia pensar sobre o assunto, afinal é dando que se recebe.

Proteção, sempre!

Uns minutos de prazer não valem uma DST, certo? Então vamos falar de proteção.

Para as mulheres, camisinhas femininas ou uma alternativa, filme plástico. Sim, aquele mesmo que se usa na cozinha.

Para os homens as opções de camisinhas são tão variadas: sensíveis, extra-sensíveis, com sabor de frutas e de caipirinha. Fica até feio usar a desculpa de que usar preservativo é o mesmo que chupar bala com papel.

Sobre a Autora

Ana Angélica Martins Marques, a Morango, é mineira de Uberlândia, jornalista, fotógrafa e DJ. É também autora do livro de contos Quebrando o Aquário. Passou pela décima edição do Big Brother Brasil e só foi eliminada porque transformou o temido quarto branco no maior cabaré que você respeita. É vegetariana e cuida de três filhos felinos: Lua, Dylan e Mike.

Sobre o Blog

Um espaço para falar de amor, sexo, comportamento feminino e feminismo com leveza e humor. Tudo sob o olhar de uma mulher esperta, que gosta de mulheres tão espertas quanto ela!

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Topo