Blog da Morango

Categorias

Histórico

"Como duas mulheres transam?" Acredite, eu já me fiz essa pergunta

Angélica Morango

19/10/2017 04h00

(Imagem: Getty Images)

 

“Como duas mulheres transam?”

“Onde elas pegam?”

“Quem é o homem e quem é a mulher?”

Acredite, eu já me fiz essas perguntas. E ficava com as bochechas coradas quando ouvia as respostas. Na época eu já era maior de idade e nem era virgem mais! Mas já fui extremamente tímida nessa minha vida. Juro!

“Olha, é normal, você vai beijar na boca igual você beija um cara, só que mulher tem a boca mais macia e delicada”. Foi a frase que ouvi de uma amiga e acho que nunca esqueci porque, de fato, só traz verdades.

Quanto ao sexo, mesmo tendo visto diversas cenas em filmes, minha curiosidade era ainda maior porque eu ficava na dúvida sobre quem devia fazer sexo oral, se era pra rolar penetração ou não, se ia ser bom ou não. Bastante experiente, essa amiga (que foi minha guru para assuntos sapatônicos), simplificou: “Relaxe e faça com ela o que ela fizer com você”.

Hoje, mais de uma década depois, eu ainda não encontrei uma dica melhor que essa porque é ótima, descomplicada.

Ninguém precisa ser especialista no assunto, ler mil livros, ver dois mil filmes, testar habilidades orais em uma laranja antes ir para a os finalmente. O sexo vai ser incrível se você estiver se sentindo bem, segura, confiante. A propósito, brincar de beijar laranjas não tem nenhum efeito prático e o motivo é simples: laranjas são como as rosas. E “as rosas não falam, simplesmente as rosas exalam o perfume que roubam de ti, ai”. #táparei

Sexo entre mulheres não é apenas um combo de preliminares. Preliminar é sair, tomar uns drinks, jogar conversa fora. Sexo é sexo. Entre mulheres, acontece basicamente tudo o que pode acontecer entre uma mulher e um homem. Mesmo.

Esqueça os manuais e as posições complicadíssimas que você pode ter visto em desenhos de Kama Sutra para lésbicas e se apegue a referências mais reais. Coloque um som. Se Cartola for romântico ou nostálgico demais, deixa com a Ana Carolina. Na música “Eu comi a Madonna” ela explica:

Me esquenta com o vapor da boca
E a fenda mela
Imprensando minha coxa
Na coxa que é dela

Dobra os joelhos e implora
O meu líquido
Me quer, me quer, me quer e quer ver

Sobre a Autora

Ana Angélica Martins Marques, a Morango, é mineira de Uberlândia, jornalista, fotógrafa e DJ. É também autora do livro de contos Quebrando o Aquário. Passou pela décima edição do Big Brother Brasil e só foi eliminada porque transformou o temido quarto branco no maior cabaré que você respeita. É vegetariana e cuida de três filhos felinos: Lua, Dylan e Mike.

Sobre o Blog

Um espaço para falar de amor, sexo, comportamento feminino e feminismo com leveza e humor. Tudo sob o olhar de uma mulher esperta, que gosta de mulheres tão espertas quanto ela!

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Blog da Morango
Topo