PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Categorias

Alô, Daniel, do BBB: não se transa só com o pau

Universa

11/03/2020 04h00

Daniel e Marcela formam o único casal do BBB 20 (Imagem: Reprodução/Globoplay)

"Não vou conseguir", lamentou Daniel. "Puta que pariu!", reagiu Marcela, visivelmente desapontada. Isso seria só um momento íntimo entre um casal se as paredes do quarto em que estavam não tivessem milhões de olhos e de ouvidos – os nossos, telespectadores do BBB.

Ontem as tags #brochou e #Danielbrocha estiveram entre as mais comentadas do Twitter (Imagem: Reprodução/Twitter)

O assunto repercutiu na internet por um dia inteirinho e foi comentado, mesmo que sem muitos detalhes, até por Fátima Bernardes em seu programa matinal. Apesar das milhares de opiniões didáticas e das montagens cheias de zoeira, é importante lembrar que o tema é mais delicado do que aparenta, e merece ser mais que uma chuva de memes.

The zoeira never ends no microblog (Imagem: Reprodução/Twitter)

Como lidar

Se a falta de tesão for recorrente, é importante investigar. Ginecologistas, urologistas, psicólogos, psiquiatras e sexólogos são alguns dos profissionais que podem auxiliar nesse processo.

Uma brochada pode acontecer por motivos orgânicos, como um problema de saúde ou excesso de bebida alcoólica, que afetam diretamente a libido; ou por razões emocionais, como um período de pressão no trabalho, entre outras demandas da vida adulta.

Se a queda de conexão na cama é apenas eventual, não há nenhum motivo para pânico.

Veja também:

Brochar é normal

Brochar é normal e pode acontecer com homens e com mulheres. Ninguém precisa se sentir uma máquina pronta para transar a qualquer momento.

Nem mesmo atores ou atrizes de filmes pornôs estão sempre a postos. Além da preparação técnica para as cenas e truques de edição, há medicamentos, acessórios e produtos que mantém a ereção, lubrificam e até imitam a ejaculação. Não reproduzem a realidade, simulam.

Sexo se faz com um pinto imenso ou sem nenhum

Não é um pintão, nem uma pepeca pequeniníssima que vão proporcionar a transa do século – é a sintonia entre as pessoas que pode fazer isso.

Há pênis e vulvas de todos os tamanhos, formatos e cores e isso deveria ser celebrado, não ridicularizado como corriqueiramente é. Dessa vez foi a brochada do Daniel, pouco tempo atrás o viral foi sobre um cara que só tinha um 'sinarzim', lembra? "Neeeeiva do céu…."

Sexo se faz com um pinto imenso ou sem nenhum. Se faz com a boca, os dedos, o tronco, as pernas. Com brinquedos eróticos ou só com a pele. E com vontade, claro.

 

Sobre a autora

Ana Angélica Martins Marques, a Morango, é mineira de Uberlândia, jornalista, fotógrafa e DJ. É também autora do livro de contos Quebrando o Aquário. Passou pela décima edição do Big Brother Brasil e só foi eliminada porque transformou o temido quarto branco no maior cabaré que você respeita. É vegetariana e cuida de três filhos felinos: Lua, Dylan e Mike.

Sobre o blog

Um espaço para falar de amor, sexo, comportamento feminino e feminismo com leveza e humor. Tudo sob o olhar de uma mulher esperta, que gosta de mulheres tão espertas quanto ela!

Blog da Morango